Site Loader
O que é condrossarcoma? Sintomas e Tratamento

Condrossarcoma, você sabe o que é?

Condrossarcoma é o câncer de células que formam cartilagem.

Epidemiologia (Dados Estatísticos e Populacionais)

Ele é o terceiro câncer ósseo mais comum e corresponde a 25% de todos os tipos de sarcoma sendo o terceiro tipo mais comum depois de mieloma e osteossarcoma.

Mais freqüente após os 40 anos, é raro em pessoas com idade menor que 20 anos e pode se desenvolver em qualquer osso, da pelve, pernas ou braços. Ele normalmente se origina nos ossos, mas em algumas situações pode se formar próximo a um osso em partes moles.

Classificação dos Condrossarcomas

Condrossarcomas podem ser classificados em primários (lesão nova) e secundários (quando pré existia uma lesão cartilaginosa que degenerou – osteocondroma, osteocondromatoses (EMH), encondroma, encondromatoses(Ollier e Maffucci), condroblastoma, fibroma condromixóide).

Condrossarcomas também podem ser classificados de acordo com a localização e a histologia.

Alguns condrossarcomas têm características distintas e possuem diferentes prognósticos. Conheça quais são eles:

Condrossarcoma Indiferenciado. Se inicia como condrossarcoma típico, mas, em seguida, algumas partes do tumor se transformam em células similares as do osteossarcoma ou fibrossarcoma. Esta variante do condrossarcoma tende a ocorrer em pacientes mais velhos e é mais agressivo do que os condrossarcomas habituais.

Condrossarcoma de Células Claras. São raros e de desenvolvimento lento. Raramente se disseminam para outros órgãos, a menos que já tenham recidivado localmente várias vezes.

Condrossarcomas Mesenquimais. Podem crescer rapidamente, mas, são sensíveis à radioterapia e quimioterapia.

Sintomas

Os sintomas do condrossarcoma são dor e inchaço. Neste caso, um profissional especializado em ortopedia oncológica deve ser procurado.

Tratamento do Condrossarcoma

A cirurgia oferece as melhores chances de controle local do condrossarcoma. A melhor técnica ainda é motivo de discussão. Para os tipos intermediários e de alto grau, a ressecção em bloco, ampla ou radical é preferida. Para as formas de baixo grau, o tipo da ressecção é avaliada caso a caso

Antonio Batalha Castello Neto – Doctoralia.com.br

Post Author: orthos